Iniciados os testes de rodagem com as primeiras motos KTM montadas no Brasil

A DAFRA finalizou a fase de try out com os dois primeiros produtos KTM, uma etapa preparatória para o início oficial da produção em larga escala no Brasil, que começa no próximo dia 8 de dezembro. Este processo consiste num ensaio técnico de todas as etapas já em linha de montagem, seguido de testes em laboratório e de rodagem.

Para ter acesso aos detalhes de produção da marca austríaca e garantir o padrão de qualidade, a equipe da DAFRA foi recebida na fábrica da KTM em Mattighofen, na Áustria, onde passou por treinamentos especiais ministrados por engenheiros da unidade de manufatura, incluindo processos de montagem, inspeção de qualidade e logística interna. O treinamento foi complementado em Manaus com a montagem de todas as etapas do processo nas linhas definitivas de produção.

“Depois de dois meses de treinamento na Europa, nossa equipe teve aqui em Manaus o acompanhamento de nove técnicos da KTM que coordenaram este lote piloto de produção para assegurarem que a montagem de motos e motores segue os mesmos processos e critérios utilizados na matriz”, explica José Lemos, diretor industrial da DAFRA. “Os produtos KTM serão incorporados à nossa atual linha de montagem, ou seja, não terão uma linha exclusiva. Isso reforça a qualidade de nossos processos e nos possibilita continuarmos o aprimoramento de toda nossa equipe, buscando a excelência e a qualidade sempre”.

Além das motos, os motores também serão montados em Manaus. Esta é a primeira vez em 60 anos de história da KTM em que esta etapa do processo produtivo é realizado fora da Áustria. A capacidade de produção diária é de 65 motores.

TESTES EM LABORATÓRIO E DE RODAGEM
Após a montagem, as motos seguiram para o laboratório e passaram por diferentes testes, incluindo performance em dinamômetro. Cumpridas com êxito as fases anteriores, a 350 EXC-F e a 250 EXC-F iniciaram os testes de rodagem.

“Em nosso laboratório tivemos a oportunidade de colocar à prova todos os comandos das motocicletas e ficamos muito satisfeitos com os resultados”, afirma Victor Trisotto, diretor de engenharia da DAFRA. “Após a análise em um ambiente controlado, iniciamos os testes em pista off road e em trilhas na Floresta Amazônica para uma avaliação ainda mais rigorosa, que colocarão as motos em condições extremas de uso por mais de 50 horas. Finalizada mais esta etapa, faremos a desmontagem das motos e a checagem de todas as peças”.

Fonte: Dafra/KTM

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »