Jovens talentos sendo formados pelas categorias Honda no SuperBike Brasil

Prever o futuro é observar o presente e a história recente da motovelocidade. Quando idealizada, a Junior Cup foi rapidamente apoiada pela Honda, que no mesmo ano também lançava a Honda CBR 500R, uma evolução de suas categorias monomarca. Com a visão clara de criar um sistema de degraus, o SuperBike Brasil, em parceria com a Honda, instituiu um plano e visão de longo prazo que se resume em trazer praticantes para a modalidade usando a Junior Cup, que conta com a Honda CG 150cc como equipamento, pulando para a Honda CBR 500R e, mais a frente, ingressando nas categorias multimarcas SuperSport, com a CBR 600R, ou na SuperBike, com a CBR 1000RR.

E é exatamente essa a trajetória que Leonador Tamburro e Renzo Ferreira estão traçando. Renzo começou na Honda Junior Cup no final de 2013 com apenas 11 anos. Chegou sem sequer saber cambiar uma moto. Final de 2014 consagrou-se campeão da categoria. Mais maduro, tanto tecnicamente, quanto emocionalmente, subiu para a Copa Honda CBR 500R para se confrontar com pilotos de diversos níveis técnicos e idades. Embora a Renzo também pontue na Honda Junior Cup 500cc, todos os pilotos correm juntos e pontuação na classificação geral, e é exatamente nesse momento que os caminhos dos dois jovens talentos se cruzam.

Tamburro, atualmente com 20 anos, depois de passar por outras categorias, encontrou na Copa Honda CBR 500R a categoria que ofereceu competitividade e nível técnico para sua evolução. Reconhecidamente como o mais rápido da temporada 2014, embora não sendo campeão, despontou como o mais promissor jovem talento do país. Os dois pilotos aspiram se profissionalizar ainda mais e neste ano, embora grandes amigos fora das pistas, rivalizam dentro do asfalto em disputas emocionantes.

Renzo ganhou a primeira, e Tamburro a segunda etapa nesta temporada. “Somos parceiros fora da pista, nos ajudamos, mas dentro dela, agora, não da mais para ajudá-lo. Ele já está voando e estamos disputando ponto a ponto a cada etapa do SuperBike. Nós dois queremos a vitória e vamos buscá-la sempre”, comenta Léo Tamburro. “Entre outras pessoas, só tenho a agradecer todos os toques que o Léo sempre me passou. Almejo subir de categoria, melhorar cada vez mais minha técnica e chegar ao patamar dos grandes pilotos do país”, afirma Renzo Ferreira.

Quer prever o futuro? Acompanhe o presente. Os dois estarão na pista de Londrina, PR, dias 24 a 26 de julho, durante a 3ª etapa do SuperBike Brasil. Emoção garantida!

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »