Superesportiva BMW S 1000 RR começa a ser produzida no Brasil

A BMW Motorrad Brasil, divisão de motocicletas do BMW Group, anuncia o início da produção nacional do modelo BMW S 1000 RR. A superesportiva, disponível em nova geração desde o início deste ano no País, começa a ser feita em agosto na unidade de Manaus (AM).

A versão nacional, que contará com o mesmo pacote de equipamentos do modelo previamente importado da Alemanha, chega à rede de concessionárias BMW Motorrad também em agosto mesmo por R$ 72.900,00 (vermelha racing e preta) e R$ 75.400,00 (tricolor – vermelha, azul e branca).

“O Brasil é o quinto maior mercado da BMW Motorrad no mundo e segue promissor no segmento de alta cilindrada. Por esse motivo, damos sequência à estratégia de montagem de modelos no País, oferecendo aos fãs da marca e apaixonados por duas rodas motocicletas com a mesma qualidade das unidades produzidas na Alemanha, com preços ainda mais competitivos”, afirma Federico Alvarez, diretor da BMW Motorrad Brasil. Outros seis modelos BMW já são produzidos em Manaus: BMW G 650 GS, BMW F 800 R, BMW F 800 GS, BMW F 800 GS Adventure, BMW R 1200 GS e R 1200 GS Adventure.

A BMW S 1000 RR representa a categoria superesportiva, a mais competitiva do mercado e que traz a maior quantidade de avanços tecnológicos em seus produtos. A atual BMW S 1000 RR é o modelo superesportivo mais poderoso já produzido pela BMW Motorrad. Com 199 cv de potência a 13.500 rpm (6 cv a mais que o modelo da geração anterior), possui torque de 113 N.m a 10.500 rpm.  Graças a significativas melhorias no mapeamento da injeção eletrônica, no comando de válvulas e nova geometria dos dutos de admissão, a entrega de potência está mais linear desde as baixas rotações.

O sistema de escape também foi modificado para expelir os gases com maior eficiência, o que resulta em um maior aproveitamento da potência disponível. Com o sistema ride-by-wire, de aceleração eletrônica, o piloto consegue acionar o acelerador com mais precisão e leveza, uma vez que não há transmissão mecânica. Além de mais forte, o modelo também está mais leve. Com o uso de novos materiais, o modelo perdeu 4 kg, chegando a 204 kg em ordem de marcha.

Nesta nova geração, a BMW S 1000 RR traz um design superesportivo renovado. As linhas são bem demarcadas e volumosas, conferindo porte robusto e design atraente à motocicleta. Todos os componentes, da carenagem à lanterna, foram redesenhados para ganhar mais aerodinâmica e eficiência ciclística.

Entre os opcionais disponibilizados pela marca estão rodas forjadas de alumínio anodizado, na cor preta, que são 2,4 kg mais leves que as originais e propiciam respostas mais rápidas na condução e maior sensibilidade nas respostas do sistema de suspensão. A versão Full, disponível no Brasil, traz uma série de itens que tornam a condução ainda mais agradável e o modelo um verdadeiro ícone de versatilidade, como controle de tração dinâmica (DTC), riding mode PRO, piloto automático, assistente de troca de marcha PRO, controle de suspensão ativa (DDC), indicador de direção em LED e manoplas aquecidas.

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »