BMW lança nova geração da superesportiva S 1000 RR

Mais competitiva das categorias disponíveis no mercado, a Super Sport é a que traz a maior quantidade de avanços tecnológicos em seus produtos. Referência no segmento desde o lançamento da primeira S 1000 RR seis anos atrás, a BMW Motorrad agora traz ao Brasil a versão 2015 da sua superesportiva com ainda mais recursos, com o objetivo de tornar o modelo não só o mais rápido do mundo, mas também o mais versátil. Perfeita para quem busca o melhor do design e do alto desempenho, a nova BMW S 1000 RR pode ser encontrada nas concessionárias a partir de fevereiro por R$ 75.900,00 (nas cores: vermelha e preta) e R$ 78.400,00 (tricolor).

Nesta nova geração, a BMW S 1000 RR traz uma visão renovada do seu conceito superesportivo. As linhas são agressivas e volumosas, conferindo grande porte à motocicleta. Todos os componentes, da carenagem à lanterna, foram redesenhados para ganhar mais aerodinâmica e eficiência ciclística. A posição de pilotagem permite que o piloto “vista” a motocicleta, propiciando uma tocada mais fina e precisa. O farol dianteiro agora traz um visual mais simétrico, diferente dos antigos modelos. O painel de instrumentos traz todos os detalhes da saúde do motor em uma tela de alta resolução e visual diferenciado.

Entre os opcionais disponibilizados pela marca estão rodas forjadas de alumínio anodizado, na cor preta, que são 2,4 kg mais leves que as originais e propiciam respostas mais rápidas na condução e maior sensibilidade nas respostas do sistema de suspensão. Também estão disponíveis outros acessórios, como partes da carenagem em fibra de carbono, bolsa traseira, parabrisa mais alto e protetores de manetes e motor.

As novidades da BMW S 1000 RR 2015 não se restringem ao visual. A superesportiva traz um conjunto mecânico reconhecido por oferecer alto desempenho, grande versatilidade e eficiência, que agora chega com novos recursos.  Com 199 cv de potência (6 cv a mais que o modelo anterior), este é o superesportivo mais poderoso já produzido pela BMW. O torque também aumentou, desempenhando 113 N.m (11,5 Kgf.m) a 10.500 rpm.  Além de mais forte, o propulsor agora também entrega a potência mais cedo, a partir das 4.500 RPM, graças às mudanças no mapeamento da injeção eletrônica, no trabalho do cabeçote e geometria dos dutos de admissão. O sistema de escape também foi modificado para expelir os gases com maior eficiência, o que resulta em um maior aproveitamento da potência disponível. Com o sistema ride-by-wire, de aceleração eletrônica, o piloto consegue acionar o acelerador com mais precisão e leveza, uma vez que não há transmissão mecânica. Além de mais forte, o modelo também está mais leve. Com o uso de novos materiais, o modelo perdeu 4 kg, chegando a 204 kg em ordem de marcha.

A suspensão eletrônica adaptativa (D.D.C.) também recebeu atualizações e está mais rápida e sensível do que nunca. O sistema, que já era considerado um grande diferencial do modelo HP4, analisa as condições de aderência do piso, inclinação da moto, entre outros referenciais, para estabelecer diferentes padrões de amortecimento, tornando o conjunto mais rígido ou macio, conforme a utilização.

Todos os sistemas funcionam em conjunto e o piloto pode escolher o melhor perfil de comportamento dos dispositivos, por meio dos modos de condução “Rain”, “Sport” e “Race”, de série. Opcionalmente, também está disponível o pacote “Pro”, com dois modos adicionais: “Slick” e “User” (modo personalizado), para ótima adaptação às circunstâncias de uso mais esportivo da motocicleta.

O shift assistant, já disponível no antigo modelo, também foi melhorado. O novo sistema, “Pro”, agora permite que o piloto suba ou desça marchas sem precisar utilizar a embreagem, tornando a pilotagem ainda mais rápida e segura. Também para apoio ao condutor está disponível o sistema DTC (controle de tração dinâmico), que trabalha os parâmetros de mapeamento de motor, freios e suspensão eletrônica para deixar a pilotagem mais fácil e segura. O pacote “Full”, comercializado no País, conta ainda com manoplas aquecidas, piloto automático e indicador de direção em LED.

Fonte: BMW (Assessoria de Imprensa Grupo Máquina PR)

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »