BMW R 1200 GS

O que acha de olhar para o painel e ver a calibragem dos pneus ou de regular a altura e rigidez da suspensão sem ter que descer da moto, apenas em cliques de botão? Fantástico, né? Estas e muitas outras sutilezas fazem da BMW R 1200 GS uma moto pronta para qualquer tipo de desafio, dentro ou fora da estrada, mantendo extremo luxo e conforto.

Tida por muitos como a melhor moto do mercado para viagens longas e grandes expedições, essa aventureira da BMW mostra a quem a pilota que esse “título” não é dado em vão. Um projeto que envolve tanto requinte e regalias ao piloto que fica impossível de não se encantar.

Dotada de um motor boxer bicilíndrico de 1.170 cm³, gerando 125 cv de potência a 7.750 rpm e 12,75 kgf.m de torque a 6.500 rpm, com refrigeração mista ar-líquida, trabalhando com câmbio de seis marchas, temos uma fera extremamente forte, mas muito fácil de ser domada, com aceleração gradativa e suave, totalmente na mão do piloto. A vibração passada ao motociclista é mínima, sentida apenas em rotações mais altas, mas não chega a incomodar.

Apesar da potência alta, o consumo é muito bom e oscilou entre 15,5 km/l e 17,2 km/l, que associados aos 20 litros do tanque proporcionam uma bela autonomia.

A máquina conta também com transmissão por eixo Cardã, que requer menos manutenção, trazendo ainda mais confiabilidade para o que se propõe.

Com seu belo e agressivo design, remetendo claramente a uma moto aventureira, a GS se impõe pelo seu porte muito avantajado e linhas robustas. O conjunto ótico, como em todos os modelos recentes da marca, divide opiniões quanto à beleza, mas cumpre com excelência seu papel, ainda mais com regulagem automática de luminosidade.

A ergonomia é algo perto da perfeição, com ótima posição para as pernas e braços, dando a piloto e garupa uma postura de grande conforto, sendo mais um fator favorável na hora de encarar trajetos mais longos.

É dona de uma ciclística sensacional, de dar inveja a muitas esportivas, permitindo uma precisão extrema em curvas e alcançando inclinações muito avançadas, tanto em alta quanto em baixa velocidade, com total segurança e firmeza.

Sobre a suspensão temos um capítulo à parte, pois o sistema conta com tecnologia que reduz bruscamente o efeito de mergulho, minimizando e quase anulando o afundamento da suspensão dianteira na hora da frenagem, e contando com sistema monobraço na parte traseira.

A tecnologia embarcada é riquíssima e fornece ao motociclista recursos como piloto automático, muito útil principalmente em estradas de longas retas, permitindo fixar uma velocidade e relaxar o punho do acelerador. E por falar em punho, conta também com aquecedor de mãos, um conforto extra para dias mais frios. O painel de instrumentos é bastante vasto e possibilita leitura fácil e rápida.

Fornece também ajustes eletrônicos para o modo de pilotagem, com destaque para o modo “Rain”, que significa chuva em inglês. Durante os dias de teste peguei um bocado de chuva e tive a oportunidade de utilizar o recurso, tanto na cidade quanto na estrada, e a confiabilidade é total, pois o piloto sente claramente a eletrônica trabalhando para que a tração, aceleração e frenagem sejam controladas, dando muita tranquilidade na pilotagem, mesmo em piso molhado.

Ao contrário dos últimos modelos que testei da BMW, onde os freios ABS deram sustos em algumas situações de piso irregular, na GS o sistema funcionou muito bem, com respostas muito precisas e firmes, além de contar com botão para desligamento, o que é ideal no uso off-road.

Mas nem tudo são flores e a 1200 GS também tem seus pontos negativos, com destaque para o uso urbano, que é dificultado pelo motor muito largo e pela distribuição de seus 212 kg de peso, que atrapalham bastante em manobras curtas. O para-brisa (bolha), apesar de contar com prático ajuste de altura, distorce a imagem à frente, o que pode atrapalhar a pilotagem para pessoas com estatura mais baixa.

Definitivamente é uma motocicleta que veste o piloto, ideal para longas viagens, oferecendo o que há de melhor em tecnologia e permitindo uma pilotagem completamente despreocupada e fácil, dando ao motociclista a possibilidade de focar 100% em seu trajeto, na certeza de que o equipamento vai corresponder, independente do terreno ou situação.

A BMW 1200 GS é uma moto que enfatiza o sentido do prazer de pilotar.

Ficha técnica:

Motor
Tipo: Motor boxer bicilíndrico de quatro tempos com refrigeração líquida e a ar.
Diâmetro / curso: 101 mm x 73 mm
Cilindrada: 1,170 cc
Potência máxima: 125 hp (92 kW) a 7,750 rpm
Torque máximo: 125 Nm a 6,500 rpm
Taxa de compressão: 12.5:1
Preparação do combustível / gestão do motor: Injeção eletrônica de combustível – Sistema equipado com módulo + BMS-K
Catalisador: Esta motocicleta atende ao Programa de Controle de Poluição do Ar por Motocicletas e Veículos Similares – PROMOT (Estabelecido pelas Resoluções n°297 de 26/02/2002 e n°342 de 25/09/2003 do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA).

Desempenho
Velocidade máxima: > 200 km/h

Alternador / Autonomia
Alternador / Autonomia: Gerador de 580 watts trifásico (potência máxima)
Bateria: 12/ V/11,8 Ah, livre de manutenção.

Transmissão
Embreagem: Multidisco em banho de óleo com função antideslizante operada hidraulicamente
Câmbio: Câmbio de seis marchas com dentes helicoidais
Transmissão: Eixo Cardã

Ciclística / freios
Quadro: Quadro multitubular separável tipo treliça
Suspensão dianteira: BMW Motorrad Telelever com sistema de amortecimento central e bengala equipada com cilindros internos de 37 mm de diâmetro
Suspensão traseira: Monobraço oscilante de alumínio equipado com sistema BMW Motorrad Paralever com sistema hidráulico de ajuste contínuo de pré-carga da mola e retorno do amortecedor (Pacote Premium).
Curso da suspensão dianteira / traseira: 190 mm/200 mm
Distância entre eixos: 1,507 mm
Trail: 99.6 mm
Ângulo da coluna de direção: 64.5°
Rodas: Rodas de Liga Leve (Pacote Sport) e Rodas Raiadas (Pacote Premium)
Roda dianteira: 3.00 x 19″
Roda traseira: 4.50 x 17″
Pneu dianteiro: 120/70 R 19
Pneu traseiro: 120/60 R 17
Freio dianteiro: Discos duplos flutuantes com diâmetro de 305 mm e pinça radial equipada com quatro pistões
Freio traseiro: Disco único flutuante com diâmetro de 276 mm e pinça equipada com dois pistões
ABS: Item de série ajustável de acordo com o modo de condução e com possibilidade de desativação integral ou parcial

Dimensões / pesos
Comprimento (mm): 2,207 mm
Largura (mm): 952,5 mm
Altura (mm): 1,412 mm
Altura do banco (mm): 850/870 mm (banco baixo: 820/840 mm)
Curvatura das Pernas: 1870/1910 mm (banco baixo: 1820/1860 mm)
Peso em ordem de marcha 1) 238 kg
Peso seca
Peso total permitido: 450 kg
Carga útil (com equipamento de série): 212 kg
Capacidade do tanque de combustível: 20 litros (total)
Reserva: Aproximadamente 4.0 litros

Os dados técnicos referem-se ao peso sem carga (DIN)
1) De acordo com as normas 93/93/EWG com todos os meios de funcionamento e o depósito cheio com, pelo menos, 90% da sua capacidade útil.

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »