Ducati divulga a produção da família Hypermotard no Brasil

A Ducati conclui o plano de expansão de sua linha de produção no País com o anúncio da nacionalização dos modelos Hypermotard e Hyperstrada. Os modelos são reconhecidos mundialmente por suas capacidades de agregar o que há de melhor de uma motard e todo seu dinamismo com altos níveis de segurança e tecnologia.

A partir de agora, a Hypermotard e a Hyperstrada se unem a Monster 796, Diavel, Multistrada 1200 e 1199 Panigale, e também passam a ser montadas na fábrica de Manaus. A ação amplia ainda mais a capacidade produtiva da empresa no Brasil, que conta agora com seis modelos montados no País.

“O processo de nacionalização da Hypermotard completa um ciclo importante da nossa estratégia que é disponibilizar os melhores produtos com um bom custo-benefício. Contamos com os seis principais modelos sendo montados na fábrica de Manaus. Isso mostra a importância do País para a marca e reitera nosso compromisso com o mercado nacional”, explica Ricardo Susini, Diretor-Geral da Ducati no Brasil.

A nacionalização da Hypermotard favorece o consumidor. O preço se torna mais atraente pela montagem nacional, lembrando que o motor continua sendo genuinamente italiano. Os modelos Hypermotard, ofertada por R$ 44.900,00 e Hyperstrada, disponível por R$ 49.900,00, contam ainda com a taxa zero para compras com entrada de 50% e parcelamento em 24 vezes sem juros.

Os modelos são dinâmicos, divertidos e de alta performance no asfalto, aventura de média distância ou na pista. Contam com o motor Testastretta 11° (821 cc e 110 cv) e quadro Trellis. Toda a potência e desempenho estão combinados com o Ducati Safety Pack, que inclui o ABS de última geração com 2 níveis, Controle de Tração Ducati de 8 níveis e modos de pilotagem integrados. Com o objetivo de deixar os modelos mais acessíveis para motociclistas de qualquer nível, foi instalado um sistema para alterar o mapeamento do motor. Desta forma, para a Hypermotard e Hyperstrada existem três ajustes – Sport, Touring e Urban. No primeiro, os 110 cv de potência estão disponíveis sem muita interferência do pacote de segurança. No segundo, com o mesmo patamar, os controles se fazem mais presentes. No último há um bloqueio na potência e apenas 75 cv são liberados e controle máximo dos componentes de segurança.

  • Hypermotard – oferece toda a potência de uma nova geração do motor Testatretta 11° de 110 cv, Desmodrômico e refrigerado à água com a avançada tecnologia Modos de Pilotagem, modos de potência, Pacote de Segurança Ducati (ABS regulável mais Controle de Tração Ducati), Ride by Wire, chassi de treliça de aço tubular, câmbio de seis velocidades, sistema de última geração dos freios Brembo ABS e painel digital multifuncional com iluminação de fundo branca, composto por segmentos de LCD para contador de rotações.
  • Hyperstrada – o modelo promove uma nova experiência de pilotagem para todas as pessoas que amam curvas, por meio de uma ergonomia dedicada e uma série de recursos touring. A Hyperstrada possui três modos de pilotagem (Sport, Touring e Urban), Pacote de Segurança Ducati (ABS regulável mais Controle de Tração Ducati), Ride by Wire, bolha frontal, malas laterais de 50 litros semirrígidas, alça do garupa, cavalete central, para-lamas dianteiro e traseiro maiores, protetor de cárter e duas entradas 12V.

Fonte: Ducati

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »