Kawasaki Z800, mais uma fera dominando as ruas brasileiras

Nada melhor que começar um ano cheio de novidades e a Kawasaki traz mais uma, lançando no mercado nacional a incrível Z800, três meses após sua apresentação mundial no Salão de Colônia, em outubro do ano passado.

Uma moto que está reinventando o estilo street fighter, chega com a missão de substituir sua antecessora Z750, oferecendo mais potência, conforto e prazer na sua pilotagem. Trazendo na bagagem a tradição de mais de 40 anos, inaugurada desde o lançamento da Z1, primeira motocicleta de alta performance da marca, lançada em 1972, e vem novas tendências de design e tecnologia.

Ricardo Suzuki, gerente de planejamento da Kawasaki, destaca: “é com muita satisfação que estamos consolidando a Kawasaki como a marca que oferece a mais completa linha de motocicletas de alta performance no Brasil, trazendo lançamentos mundiais em tempo recorde para o mercado brasileiro. Recentemente superamos com sucesso um grande desafio que foi o lançamento da Ninja 300 em substituição à Ninja 250R, modelo mais vendido da nossa linha de produtos. O desafio agora é substituir a Z750, o segundo modelo mais vendido da nossa linha, num segmento do mercado extremamente concorrido. Com as inúmeras inovações da Z800, temos a certeza de estar lançando mais um best-seller, que deverá conquistar ainda mais admiradores para a marca Kawasaki”.

Montada no Brasil, a Z800 tem grandes evoluções em relação à Z750, mantendo o motor de 4 cilindros, porém bastante “apimentado”, rendendo 113 cv, que representam 7 cv a mais que o modelo anterior, e 8,5 kgf.m de torque, contra 8,0 da antecessora. Tudo isso em conjunto com novos materiais e novas técnicas de construção que contribuem com a redução de peso da máquina, que aliados ao novo chassis, resultam em melhor performance, agilidade, manobrabilidade e estabilidade.

E as mudanças vão muito além, com nova suspensão, sistema de freio otimizado e mantendo as opções com e sem ABS, design redesenhado, com destaque para o tanque mais estreito junto às pernas do piloto, proporcionando uma pilotagem mais prazerosa, lanternas de LED que quando acesas formam uma dupla de letras “Z”, moderno painel de instrumentos, mais completo e totalmente digital.

Quem quiser essa belezinha poderá escolher entre as cores verde, branca e preta. O preço público sugerido de R$ 35.990 (standard) e R$ 38.990 na versão com freios ABS (base para o estado de São Paulo, sem frete e seguro).

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »