Harley-Davidson apresenta estilo que inspira sua nova geração de motos

Depois do sucesso gerado com o lançamento do projeto RUSHMORE, que revolucionou os modelos da linha Touring, a H-D revelou a apresentação, no 71ª edição do Salão de Milão, na Itália, que ocorrerá entre 7 e 10 de novembro, de mais duas motos na linha Dark Custom, direcionadas ao público jovem e de estilo urbano.

São os modelos Street 750 e Street 500, projetadas para o uso urbano. Com propulsores de refrigeração líquida Revolution X, que prometem agilidade e bom desempenho no trânsito das grandes cidades, mantendo os tradicionais ronco e estilo característicos dos motores Harley-Davidson.

“São as mais novas motocicletas Dark Custom da marca, linha que colocou a Harley-Davidson na liderança do segmento de adultos jovens nos Estados Unidos, nos últimos cinco anos”, afirma Matt Levatich, presidente da Harley-Davidson Motor Company. “Tanto a Street 750 como a Street 500 foram criadas a partir de inputs dados por esses consumidores em todo o mundo. As informações serviram de guia para a criação do conceito. Uma prova de que o foco no cliente continua sendo o objetivo em nosso processo de desenvolvimento de produto.”

O Revolution X está acomplato ao novo e compacto chassi, com banco rebaixado, nova suspensão e guidão, que demonstram fornecer conforto, segurança e manobrabilidade. As duas motocicletas Dark Custom possuem estilo requintado e minimalista, deixando muita brecha para customizações ao gosto do motociclista.

“As novas motos são compactas, sem perder a robustez característica de nossa marca”, afirma Mark-Hans Richer, vice-presidente sênior de Marketing da Harley-Davidson Motor Company. “Elas foram desenhadas para tirar o máximo proveito do uso urbano, além de oferecer possibilidades de personalização.”

A comercialização dos novos modelos começará no ano que vem, e não há plano imediato de vinda para o Brasil, mas Longino Morawski, diretor-superintendente Comercial da Harley-Davidson do Brasil, alerta: “Para 2014, os modelos Street não fazem parte do portfólio que vamos comercializar no Brasil. Porém, ressaltamos que estamos sempre analisando o setor e os produtos que sejam interessantes para o País. Podemos afirmar que traremos qualquer motocicleta da marca que os consumidores demonstrarem interesse, e que seja viável para a Harley-Davidson do Brasil produzir”.

Autor: Eduardo Azeredo

771 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »