Londrina recebe a 3ª etapa do SuperBike Brasil

Depois de passar por Goiânia (GO) e Nova Santa Rita (RS), os pilotos arrumam as malas com destino a Londrina (PR) para a terceira etapa do maior campeonato de motovelocidade das Américas. Os motores fazem barulho e agitam a multidão de 24 a 26 de julho.

Terceiro autódromo internacional construído no estado, inaugurado em agosto de 1992, foi rebatizado em junho de 1994 em homenagem ao grande ídolo nacional do automobilismo Ayrton Senna. Casa de Diego Faustino (#68), Honda Mobil, atual líder da competição pela classe SuperBike, onde participam motocicletas de 1000 cilindradas e muita potência, o autódromo situado em Londrina será o próximo desafio dos pilotos de todas as 8 categorias do campeonato.

Na divisão máxima da competição, a classe SuperBike, Faustino lidera a temporada com 49 pontos após duas rodadas, seguido por Danilo Lewis (#17), Tecfil Racing Team que soma 42 pontos e pretende tirar essa diferença na casa do adversário. José Luiz ‘Cachorrão’ (#51), Honda Mobil, é o terceiro colocado com 38 pontos, quatro a mais que Bruno Corano (#34), Mobil Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, que ocupa a quarta posição no rankig. Joãozinho Sobreira (#113), Mobil Ituran Racing, vem em quinto com 29 pontos.

Pela classe SuperSport, que utiliza motocicletas de 600cc, Alex Schultz (#22), Dynel’s Racing Team e Luiz Cerciari (#3), Cerciari Racing School estão empatados com 46 pontos, sendo uma vitória, um terceiro lugar e um ponto extra por fazer a pole, cada. Matheus Oliveira (#70), Tecfil Racing Team soma 44 pontos e Dudu Costa Neto (#117), Mobil Ituran Racing tem 32 pontos, respectivamente terceiro e quarto colocados, com Sabrina Paiuta (#8), Mobil Monster Energy Kawasaki SuperBike Team seguindo de perto na quinta posição, com 29 pontos.

A briga pela liderança entre os pilotos da categoria escola também está acirrada. Na Honda Junior Cup, Maria Fernanda (#22) lidera com 38 pontos, seguida por Rafael Rizzi (#52) que tem 34 pontos. Eduardo Nunes (#4) e Kaywan Costa (#36) estão empatados com 26 pontos na terceira e quarta posições seguidos por Rafael Fernandes (#50) e Matheus Valamedi (#95) que também estão empatados em pontos, 22 para cada. Lembrando que a categoria utiliza motocicletas Honda CG Titan 150 modificadas para a competição, esta que é a única do gênero no país.

Na Copa Honda CBR 500R Junior, que dá sequência ao aprendizado dos jovens pilotos vindos da categoria base, Renzo Ferreira (#13) é o líder com 52 pontos, a frente de Wesley Ribeiro (#45) com 40 pontos. Davi Gomide (#31) soma 22 pontos até o momento com William Ribeiro (#15) 2 pontos atrás.

Com três importantes autódromos na região sul e uma legião de aficionados por duas rodas, dados da ABRACICLO mostram que a frota circulante do estado supera 1.3 milhão de motos, somente na cidade de Londrina são aproximadamente 85 mil motocicletas e similares ante os quase 230 mil carros que trafegam pela cidade. A capital Curitiba tem número superior, mas Londrina fica a frente de Maringá e Cascavel.

Números do Denatran mostram que, dos 3.5 milhões de motos, ciclomotores e motonetas registradas na região sul do país, 1.3 se encontram no Paraná, acompanhado de perto pelo Rio Grande do Sul com 1.2 milhão e volume próximo de 1.1 milhão em Santa Catarina, prova do amor as motocicletas pelos sulistas que, mesmo com temperaturas inferiores ao restante do país, sabem aproveitar os benefícios do transporte em duas rodas.

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »