Empresa brasileira cria aplicativo para inovar o motociclismo

Os empresários Henrique Costa, Cristiano Souto e Pedro Resende criaram em 2014 a Just Ride Along, uma startup que desenvolve serviços para motociclistas, para fazerem algo que realmente gostam e acreditam, unindo suas maiores paixões: empreendedorismo, tecnologia e motociclismo.

A empresa, sediada em Belo Horizonte, berço do San Pedro Valley, região que já é pólo empreendedor e tecnológico da cidade, surgiu da vontade dos empresários de melhorarem a experiência do motociclista, evoluindo a maneira como ele se relaciona com o veículo, seus amigos e a estrada.

A startup desenvolveu um aplicativo para conectar os apaixonados por duas rodas e solucionar os problemas de planejamento, controle e segurança das viagens mundo afora. Com funcionalidade de GPS, a ferramenta bilíngüe contará com telemetria, big data e cunho social para unir viajantes em prol da melhoria de seus passeios.

Nele, será possível que o usuário crie e planeje sua própria rota, compartilhe com amigos, monitore seu desempenho, crie grupos para viagens, envie alertas de incidentes no caminho, e acompanhe, compare e desafie outros motociclistas.

O app foi desenvolvido para iOS e será lançado gratuitamente na Apple Store na segunda quinzena de maio. Já a versão para Android está planejada para o segundo semestre deste ano, para atingir quase todos os motociclistas que possuem smartphone. A expectativa é que o aplicativo some cerca de 50 mil usuários no primeiro ano de atuação.

Segundo Henrique Costa, idealizador e responsável pela estratégia do negócio, o objetivo é que a startup feche parcerias com lojas, serviços, concessionárias e montadoras para aproximar fornecedores e consumidores, favorecendo a comunicação direta e provendo acesso e análise de big data da comunidade para entender as vontades e necessidades do público. “Somos motociclistas e entusiastas do mundo em duas rodas, por isso acreditamos ser possível melhorar a experiência para todos os envolvidos: pilotos, serviços e marcas”, conta Henrique.

Após o lançamento do aplicativo, a startup não vai parar por aí. O sócio conta que “a ideia é aproveitar o cenário de crescimento nacional e mundial no segmento de motos de alta cilindrada para oferecer um serviço em constante evolução. Queremos investir em análise e tecnologia para desenvolver dispositivos e produtos que aumentem a interação entre o motociclista, sua moto e todos os fatores que influenciam na sua segurança, conforto e diversão. Por enquanto, o serviço é baseado em um app, mas queremos e seremos muito mais que isso”.

O app já está cadastrando usuários interessados a testarem o serviço em seus iPhones. As primeiras 300 pessoas a se cadastrem no site (www.justridealong.com) poderão aproveitar o aplicativo antes de todo mundo e colaborar com a evolução e ajustes da ferramenta.

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »