Motociclistas próximos da isenção de pedágio em rodovias federais

Ao contrário do que muitos estão divulgando, ainda não foi aprovado por completo o projeto de lei que isenta as motocicletas e similares do pagamento de pedágio em rodovias federais.

No dia 09 de abril foi aprovada na Câmara dos Deputados, pela CVT (Comissão de Viação e Transportes), a proposta visa isentar as motocicletas do pagamento de pedágio em rodovias federais em todo território nacional, mas isso representa apenas mais um avanço nesta que já é uma luta antiga da categoria motociclística, iniciada em 2004, e agora a proposta segue para a Comissão de Finanças e Tributação.

Tudo começou há mais de 10 anos, através do Movimento de Isenção ao Pedágio, que fez uma série de protestos na ocasião apresentando três justificativas base: a demora dos motociclistas na hora de pagar o pedágio, o que acaba atrapalhando o tráfego nas cabines; o fato da maioria das motos ser refrigerada a ar, o que pode ocasionar enguiços ou danos aos veículos, por ficarem muito tempo parados; e a comum presença de óleo nas cabines de pedágio, que sujam os pneus das motos e acabam resultando em quedas.

O texto aprovado pela CVT não faz menção a qualquer restrição relativa a cilindrada ou potência das motocicletas que terão a isenção do pagamento do pedágio, mas motos que estiverem fazendo uso de side-car ou semi-reboque (carretinho) terão a cobrança normal de pedágio.

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »