Rossi mostra empolgação e diz que quer lutar pelo campeonato em 2015

Valentino, o que espera de 2015?
“A temporada de 2014 foi muito importante para compreender o meu nível de competitividade depois de tantos anos no Campeonato do Mundo de MotoGP. Fizemos boas corridas e acabei por terminar mesmo atrás do Márquez na geral, pelo que tenho bons motivos para estar contente com meu desempenho no ano passado. De todo modo, isso é passado e agora quero mais. Estou totalmente concentrado numa boa performance nesta nova temporada e quero ser competitivo desde o início. A minha equipe trabalhou muito no ano passado e havia uma grande atmosfera na box. O Silvano está no seu segundo ano comigo e agora tem toda a informação de que necessita para me permitir ser ainda mais rápido em todas as pistas. Também me sinto bem, pelo que existem todas as condições para uma temporada emocionante. Creio que veremos os mesmos quatro pilotos lutando pelo campeonato. Vai ser um bom campeonato.”

Considerando seus resultados do ano passado, o décimo título é um objetivo nesta temporada?
“Estou concentrado em dar o meu melhor, em vencer o maior número de corridas possível. Por isso… Sim, também estou pensando no meu décimo título. No entanto, meu primeiro pensamento vai para a M1. Quero andar nela o mais depressa possível!”

Você está satisfeito com o trabalho da Yamaha ao longo da pré-temporada?
“Vou rodar com a nova moto pela primeira vez em Sepang, pelo que de momento não posso dizer nada. Sei que todos estão trabalhando arduamente no projeto de MotoGP da Yamaha, em especial para que a moto seja melhor e mais rápida. O teste de Valência do ano passado nos deu muita informação interessante e estou ansioso para ver se o caminho que decidimos seguir vai trazer bons frutos. Penso que teremos muita coisa para testar em Sepang. Estou mesmo entusiasmado com a perspectiva de rodar com a nova moto! Não posso esperar mais!”

Acha que você e o Lorenzo, estando em forma, podem superar Marc Márquez?
“No ano passado o Márquez começou a temporada de forma perfeita. Enquanto eu e o Jorge não estávamos a 100%. O Silvano tinha acabado de se juntar à minha equipe como Chefe de Equipe e eu tinha que compreender umas coisas. O Jorge também não estava perfeito. Contudo, ambos terminamos a temporada em alta e estou certo de que ambos vamos começar a nova temporada com grande vontade de vencer. Teremos de fazer um bom trabalho durante os testes.”

Fonte: motogp.com

Autor: Eduardo Azeredo

770 stories / Procurar todas
Do Rio de Janeiro, há mais de 14 anos envolvido com o motociclismo, e atua como piloto de testes e jornalista motociclístico para diversos veículos de comunicação, em especial o Jornal Motocycle, Revista Torque, CarPoint News, entre outros, fazendo avaliações / testes de motocicletas e produzindo matérias a respeito do mundo duas rodas. Também apresentador do programa Duas Rodas News, na emissora Luau TV

Relacionadas »